Os Chakras


 

Visualização dos Chakras Principais

 

 

 

 

Quando nos damos conta da existência daquela parte divina dentro de cada um de nós; quando descobrirmos com a emoção mais profunda do coração que nossa Divindade Íntima quer que desvendemos as esferas superiores de nossa Consciência; enfim, quando em nossas viagens internas começamos a responder à inteligência do Pai Íntimo, então sim, como filhos pródigos poderemos nos considerar um Deus, em potencial.

 

A investigação de nossa Alma nos faz conceituar que existem poderes que levariam nossa vida a uma mudança tão radical que os limites de nosso cotidiano se confundiriam com o ilimitado. Com o uso de sons vocálicos, mântricos, podemos conquistar nossa herança mágica, perdida num passado longínquo. Mantras são invocações sonoras que o mago utiliza para harmonizar seu corpo e seus Centros com as forças mais sutis da Natureza.

 

O homem possui ao todo 12 poderes, ou sentidos. Cinco sentidos físicos (olfato, audição, paladar, tato e visão) e sete suprafísicos, atrofiados na grande maioria de nós. Eventualmente, um ou outro sentido suprafísico se manifesta, dando-nos a certeza de que eles existem. Esses poderes são:

 

  1. Clarividência
  2. Clariaudiência
  3. Intuição
  4. Telepatia
  5. Viagem Astral
  6. Recordação de Vidas Passadas
  7. Polividência

 

1. Clarividência: É a Terceira Visão. Com este poder, apresenta-se ante nosso olho interior todo o universo oculto, as dimesões superiores e inferiores, os elementais e os anjos, os corpos sutis, os desencarnados e as formas-pensamento. Desenvolve-se a clarividência despertando o chacra frontal (entre as sobrancelhas) e trabalhando-se a Ira. As virtudes para se despertar este chacra são paciência, serenidade e Imaginação consciente (não confundir com fantasia). A cor deste chacra é azul com matizes de rosa e prata. O mantra para seu despertar é INRI…

 

2. Clariaudiência: É o chamado Ouvido Interno ou Oculto. Com este sentido podemos escutar a voz dos desencarnados, dos Mestres, a Música das Esferas, compreender cada palavra pronunciada, valorizar a virtude do amor à Verdade e compreender as Leis de Causa e Efeito. O chacra deste sentido é o Laríngeo, situado na base da garganta. Suas cores são índigo e prata. O mantra é ENRE…

 

3. Intuição: É a voz divina que nos fala por meio do Cárdias, o chacra do coração. Com este sentido captamos o profundo significado das coisas e ficamos sabendo com antecedência o que fazer. Os místicos afirmam que este chacra desenvolvido nos dá também o poder da levitação (Jinas). A virtude para este chacra é o Amor. E a cor é o dourado. O mantra é ONRO…

 

4. Telepatia: Quando andamos pela rua, pensamos em alguém e logo passamos por ele; isso se chama captação de pensamento, e é despertado com as virtudes do respeito a tudo e a todos, a discrição, o não julgar ninguém. O chacra é o do plexo solar, na altura do umbigo. É chamado de Solar por ser o acumulador dos átomos ígneos, ou Prana, que vêm do Sol. Aclaramos que a Transmissão das ondas de pensamento se faz por meio do chacra frontal e a captação pelo solar. As cores são o verde e o amarelo.O mantra é UNRU…

 

5. Viagem Astral: Todos, sem exceção, saímos do corpo físico nas horas de sono. Nossos sonhos são vivências (quase sempre inconscientes) de fatos ocorridos no mundo astral, ou quinta dimensão. Quem de nós, em um dado momento, estando relaxados, de repente nosso corpo sente um leve choque, como que assustados? Na verdade, sem o saber, estivemos saindo gradativamente do corpo físico e voltamos bruscamente. Quando um indivíduo domina relativamente esse poder, consegue conversar com os mestres e todos os desencarnados, penetrar nos templos das igrejas elementais, viajar a qualquer lugar do mundo, acima e sob a terra. Quando todos os chacras, especialmente cardíaco, prostático e hepático, estão em perfeita sintomia com as forças sutis do Cosmos, a saída astral se torna mais consciente. A virtude é a Vontade e os defeitos a serem trabalhados são a preguiça, o medo e a gula. A cor é o azul celeste. O mantra é FARAON…

 

6. Recordação de Vidas Passadas: Essa função depende de um sistema nervoso equilibrado, ou seja, um cérebro e uma coluna vertebral carregados de energias transmutadas. Porém, os chacras ligados a esse poder são os pulmonares, que se situam na parte superior das costas. A virtude requerida para o despertar desse centro é a Fé consciente e serena. Trabalhando-se com os chacras pulmonares conseguimos absorver a experiência e o conhecimento acumulados de vidas passadas. A cor é o violeta. O mantra é ANRA…

 

7. Polividência: É a virtude dos atletas da meditação, dos adeptos do Êxtase espiritual, ou pré-Samadhi. O chacra coronário, o do topo da cabeça, é a porta de entrada e saída da Essência. A polividência é a capacidade da nossa consciência (Essência ou Budhata), desligar-se parcialmente de seus sete corpos e penetrar na Realidade Única, na essência profunda e na razão de ser das coisas. Todas as sete cores ao mesmo tempo. O mantra sagrado é TUM…

 

Despertando os 7 Chacras

 

Existem 7 Templos sagrados no mundo astral ligados aos elementos cósmicos e nos conectamos magneticamente a eles por meio de nossos sete principais chacras, batizados no esoterismo crístico de Igrejas do Apocalipse ou Velas do Candelabro do Templo. De acordo com o Yoga, os chacras principais são :

 

Muládhara (Igreja de Éfeso ou Básico): situa-se entre os genitais e o ânus, e sua raiz fica na ponta da espinha dorsal. Liga-nos ao elemento Terra e seus mantras principais são o IAO e o S (como o silvo prolongado de uma serpente). Os grandes magos afirmam que ao se despertar esse centro dominamos externamente os gnomos e pigmeus, além dos fenômenos telúricos, como terremotos, erosão, pragas de formigas, lesmas e outros. Internamente, desenvolvemos a Paciência, a Diligência e a Laboriosidade. Todos os chacras das pernas (dos joelhos, do descarrego nos calcanhares, das solas dos pés etc.) estão subordinados ao Básico.

 

A Kundalini acha-se encerrada no chacra muládhara e deste chacra emanam quatro Nádis semelhantes a pétalas da flor de lótus. Muládhara é a morada do Tattwa Prittivi (ou, Elemento Etérico da Terra).

 

Swadhishtana (Igreja de Smirna, Prostático; chamado de uterino, nas mulheres): Localiza-se a quatro dedos acima dos órgãos sexuais, no púbis. Seus mantras principais são M e Bhuvar. Com ele trabalhamos o Tattwa Apas, com os elementais das águas, ondinas e nereidas, dominando as nuvens chuvosas, as ondas dos mares, as enchentes e as leis de equilíbrio da natureza (chamadas de Leis do Trogo Autoegocrático Cósmico Comum. É um nome complexo, mas significa Tragar e Ser Tragado, Receber e Doar, Dar para Receber). Interiormente, desenvolvemos a Castidade, a Fidelidade e a compreensão da Prosperidade. Este chacra é o centro de irradiação e controle de outros, como o da bexiga, testículos (ou ovários) e rins.

 

Manipura (Igreja de Pérgamo ou Solar): Confere o poder da telepatia. Mas também dominamos o Fogo, e seus seres, as Salamandras e os Vulcanos. Psiquicamente, pode-se dominar os incêndios, as fogueiras, o poder curativo das velas. Seus mantras principais são: U e RAM. Tattwa Tejas. Este chacra domina os chacras secundários e terapêuticos, como do fígado, do baço, do pâncreas, o da boca do estômago etc.

 

Anahát (Igreja deTiatira, Cárdias): O chacra cardíaco, por nos ligar aos elementais do Ar, Silfos e Sílfides, Fadas e Elfos, nos dá poderes sobre o vento, os furacões, as brisas, a levitação, o teletransporte. Tattwa Vayú. Também nos confere a compreensão da natureza pela teologia, pelos rituais e a mensagem dos símbolos pela Intuição. O Cárdias controla os chacras pulmonares, os das axilas, dos cotovelos e os das palmas das mãos.

 

Vishudda, Ajna e Sahásrara (Igrejas de Sárdis, Filadélfia e Laodicéia; Laríngeo, Frontal e Coronário): Auxiliam-nos a trabalhar e compreender as energias cósmicas, superiores, do Ser, como o desapego, a sabedoria, a verdade, a inteligência, a justiça, a misericórdia etc., já que a Loja Branca Atômica de nosso corpo físico situa-se no cérebro. Esses três chacras sagrados têm sob sua influência outros, como o do cerebelo, o “chacra oculto”, os sete chacras especiais que circundam o coronário, o do hipotálamo, do timo, do palato etc.

 

Enfim, nosso organismo psíquico contém uma fantástica constelação de chacras que nos ligam às mais variadas energias cósmicas e telúricas. Alguns afirmam que nosso corpo astral possui cerca de 10 mil chacras e o corpo mental está estruturado com mais de 200 mil chacras. Isso, sem contar os chacras dos outros corpos.

 

Conhecendo a parte enferma da alma e do corpo, deficiências ou com bloqueios, podemos trabalhar com as salamandras, os gnomos etc. Conhecendo o procedimento ritualístico, os símbolos, os mantras, os nomes das Deidades especialistas em determinadas energias, podemos iniciar um verdadeiro trabalho magístico. O grande segredo é o Conhecimento prático, e não unicamente a teoria estéril. É o que se propõe ensinar neste site.

 

 

Prática 1

 

Procure mais uma vez uma postura de relaxamento e meditação. Imagine que seus chacras tomam a forma de luminosas flores cor de rosa. Dos mantras acima citados (para despertar um dos sentidos paranormais), escolha um deles que você sinta mais afinidade e pratique por cerca de 10 minutos. Visualize que o chacra correspondente ao mantra escolhido se transforma num templo dentro de você. Penetre com a Imaginação Consciente dentro desse templo e sinta a Sabedoria ali contida. Ore à sua Mãe Divina e peça que Ela preencha seu corpo e sua Consciência com Amor, Sabedoria e Força. Lembre-se: cada exercício deve ser praticado por pelo menos uma semana, e todos por toda sua vida. Sinta a energia contida em cada prática. Ao final de cada exercício mântrico, agradeça ao Pai Celestial por mais esta oportunidade de espertar sua Consciência.

 

Prática 2

 

Fique de pé, feche os olhos e relaxe seu corpo. Imagine que das solas de seus pés saem gigantescas raízes coloridas e muito fortes. Essas raízes penetram no mais profundo da terra, alcançando as regiões mais inacessíveis do corpo planetário. Invoque a Divina Mãe Terra. Suplique-lhe seus atributos e poderes, tais como saúde, estabilidade, sabedoria, contemplação, compreensão profunda etc. Imagine que tudo o que você pediu está penetrando pelas raízes de seus pés e se espalha por todo o coro e finalmente até sua Alma e sua Consciência.

 

 

 

 

Um outro documento sobre os chacras

 

Chacras são centros de energia por onde fluem todas as formas de vibração com as quais

o ser humano tem contato. Podemos dizer que o nosso bem estar físico e espiritual

depende dos chacras, pois eles regulam nossas energias.

Para uma exposição mais didática dizemos que os chacras estão posicionados em

determinados pontos do corpo, mas a realidade não é bem essa, pois eles permeiam o

corpo humano, mas não estão fixos em pontos.

A Oração Pai Nosso está relacionada, em cada uma de suas petições, com os sete

chacras principais. O poder da palavra é incontestável e toda prece é composta por

palavras plenas de forte significado. As orações como o Pai Nosso, cuja composição

segue as fórmulas de um conhecimento espiritual muito profundo, faz parte do grupo de

preces preciosas, que se encontram em todas as crenças bem estruturadas. As orações

dos Salmos estão nesse grupo. Mesmo que uma oração desse tipo seja repetida

mecanicamente, o seu poder é tal que concretiza modificações energéticas significativas.

PAI NOSSO QUE ESTAIS NOS CÉUS, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME.

Sétimo chacra

VENHA A NÓS O VOSSO REINO.

Primeiro chacra

SEJA FEITA A VOSSA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU.

Segundo chacra

O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE.

Terceiro chacra

PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COM NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM

OFENDIDO.

Quarto chacra

E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO.

Quinto chacra

MAS LIVRAI-NOS DO MAL.

Sexto chacra

Como giram os chacras quando:

Estão em harmonia => Sentido horário

Não estão atuantes => muito lentamente

Estão em desarmonia excessiva => Sentido anti horário

Cada pessoa tem um chacra que está relacionado com a sua personalidade básica. O

chacra que dá as suas características a uma pessoa é chamado de chacra dominante.

É pouco provável que encontremos alguém que tenha o sétimo chacra dominante, pois

apenas as pessoas que já escaparam da roda de reencarnações possuem a regência do

sétimo centro de energia. Uma pessoa que tiver o sétimo chacra dominante, estará no

nível de Jesus, Buda ou Saint Germain.

Pessoas com o sexto chacra dominante também são pouco comuns, pois preferem uma

vida reservada e não tem egoísmo. Exemplos disso são Madre Tereza e Ghandi. É o

chacra dos ocultistas com capacidade plena, dos instrutores espirituais avançados, dos

doadores caridosos.

O quinto chacra dominante determina uma personalidade comunicativa e grande

criatividade. Uma pessoa que divulga o conhecimento e por isso é admirado pelos

demais. Porém, não se sente tão valorizado devido ao ego não ser exaltado. Após o ano

2000 estão nascendo pessoas neste estágio evolutivo, o que determina uma fase de

renascimento da cultura em geral.

O quarto chacra dominante determina desapego de bens materiais, capacidade de

perdoar e uma grande força de amor. A pessoa tem vontade de formar grupos de atuação

em prol dos necessitados.

O terceiro chacra dominante indica uma personalidade forte e dominadora, que faz da

busca constante de novas sensações uma maneira de se motivar para a ação. As

emoções são expressas através da arte. A pessoa gosta de comer bem, tem vaidade e é

inteligente acima da média.

O segundo chacra dominante é uma mostra da média da humanidade nos dias atuais.

São pessoas que valorizam o consumo e extraem dele compensações. Estar sempre em

busca de força vital e roubar energia alheia inconscientemente, é outra característica

quando esse centro rege a personalidade. Se for bem ajustada, a pessoa é magnética e

simpática, apreciando contatos físicos.

Com o primeiro chacra dominante, a pessoa está atada aos desejos, à ilusão e às

dificuldades geradas pela limitação material extrema. Infelizmente ainda existem muitos

indivíduos nessas condições o que gera a ocorrência de crimes, de uso de drogas e de

corrupção.

RELAÇÃO ENTRE O PRIMEIRO E O SÉTIMO CHACRAS

O sétimo chacra está relacionado com as energias divinas através de um vórtice em

movimento, esse vórtice, tal como um redemoinho, desce verticalmente, em espiral,

atravessando todo o corpo, indo até os pés, onde estabelece ligação com a terra. Só o

primeiro e o sétimo estão unidos pela mesma espiral que se movimenta em sentido

vertical. Os outros cinco possuem movimento horizontal.

A espiral pela qual a energia divina desce através do corpo é conhecida como serpente

kundalini. A força divina que vem do alto instala-se no primeiro chacra e dali só ascende

quando é necessário. A energia adormecida da kundalini é uma reserva vital que não

pode ser despertada para aplicações inferiores, pois, sendo de origem divina, ela só é

despertada pelo chamado da fonte original, que é Deus.kundalini é responsável pelas

curas físicas consideradas milagrosas e pela energia sobre humana que algumas

pessoas alcançam em momentos críticos.

 

SÉTIMO CHACRA – RESUMO

É o centro de energia responsável pela conexão com o Divino. As crianças possuem o

sétimo chacra aberto. É a chamada moleira. O sétimo chacra tem a função de proteger e

coordenar os outros centros de energia.

A glândula correspondente a esse chacra é a pineal que tem a forma de um cone de

pinheiro. Se localiza na base do cérebro, atrás dos olhos, numa espécie de câmara, que

fica acima e atrás da hipófise. A pineal surge no feto no primeiro mês de gestação. A

pineal tem polaridade positiva ou masculina e a hipófise negativa ou feminina.

Experiências que expandem o sétimo chacra:

Ouvir música.

Ir a um templo bonito e assistir a uma celebração. Não precisa participar do ritual.

Visitar crianças excepcionais e levar algo que as faça sorrir.

 

PRIMEIRO CHACRA – RESUMO

É o centro de energia considerado o mais físico dos chcras, pois estabelece a conexão do

corpo material com a terra

As glândulas correspondentes ao primeiro chacra são as supra renais. São conhecidas

como glândulas de emergência, pois segregam a adrenalina que prepara o corpo físico

para situações de risco. Estão posicionadas perto dos rins e tem a forma e o tamanho de

um grão de feijão grande. Se houver a remoção de uma das supra renais o corpo não

sofre nada, mas se forem removidas as duas a pessoa morre em poucas horas. As supra

renais são dividas em córtex e medula. As secreções do córtex contem mais de 30

substâncias sendo a principal a cortisona. O metabolismo dos sais minerais, da água e do

açúcar é controlado pelos hormônios adrenocorticais. A medula produz adrenalina que é

um poderoso hormônio. Prepara o organismo para situações de risco. A adrenalina ajuda

a acelerar a coagulação do sangue, se houver hemorragia e estimula o fígado a liberar

mais açúcar, dando mais energia ao corpo. Quando as supra renais estão ativas, a

pessoa tem temperamento exaltado se estão pouco ativas a pessoa pode ter tristeza ou

depressão.

O fluxo de energias recebidas da terra e do sol é regulado pela ação do primeiro chacra,

que distribui as vibrações absorvidas para os outros chacras.

Experiências que expandem o primeiro chacra:

Fazer uma viagem a terra natal ou a casa em que nasceu.

Estar algum tempo com animais.

Colocar os pés na terra, pedra ou areia quente.

 

SEGUNDO CHACRA – RESUMO

O segundo centro de energia está relacionado com a vontade divina.

As glândulas relacionadas com o segundo chacra são as gônadas. O seu nome vem do

grego que quer dizer semente. As masculinas são os testículos e as femininas são os

ovários. As gônadas são necessárias a manutenção da espécie, que sem elas não

sobreviveria.

Quando essas glândulas estão ativas, além do normal, os reflexos são: vontade forte,

dominação, impulsividade. Quando estão pouco ativas, observamos: timidez, apatia,

frieza, infantilidade.

O segundo chacra é responsável pela sensibilidade mediúnica instintiva. Essa

mediunidade costuma aparecer pela primeira vez na puberdade.

Experiências que expandem o segundo chacra:

Regar as plantas.

Tomar banho num rio ou no mar num dia de lua cheia.

Visitar um berçário de hospital.

 

TERCEIRO CHACRA – RESUMO

Este é um centro de energia material. A sua principal função é a assimilação, que inclui o

processamento que leva à transformação. No plano físico, é no terceiro chacra que a

matéria é assimilada e transformada. No plano espiritual, é no plexo solar onde os

venenos são assimilados ou eliminados. Como último chacra material, é muito ativo. O

poder desse chacra vem do sol e da luz.

As glândulas viscerais que estão relacionadas com esse chacra são o pâncreas e o baço.

O pâncreas está localizado perto do fígado. O pâncreas libera insulina e outra secreção

que é liberada no duodeno e auxilia na digestão. O pâncreas funciona em ligação com a

tireóide (do quinto chacra) e com as supra renais (do primeiro). O baço está localizado

após o final do estomago. Tem a forma de um feijão, é azulado. É a maior glândula de

secreção interna, responsável pela distribuição do sangue. Ele armazena o ferro, ajuda na

digestão e fabrica células para o sangue. É o ponto de entrada de energia solar. Durante

a saída do corpo físico, quando o corpo espiritual faz a chamada viagem astral, é o baço

que mantém a ligação entre os dois corpos. Este corpo glandular pode ser retirado, pois

há no corpo sutil outro órgão semelhante e plenamente funcional que compensa a falta

desse órgão.

O terceiro chacra pode ajudar a evitar as mortes por causas cardíacas, desde que a

pessoa consiga transpor as energias alojadas no terceiro para o quarto chacra. Amar e

doar cura o coração. Quem ensina o que sabe ou entrega de boa vontade uma parcela

dos seus bens, está protegendo o seu coração. O terceiro chacra também tem o dom de

curar que vem da luz irradiada pelo plexo solar.

Experiências que expandem o terceiro chacra:

Assistir a um filme que faça rir bastante.

Procurar alguém com fome para oferecer-lhe um prato de comida.

Visitar uma joalheria para tocar em muito ouro.

 

QUARTO CHACRA – RESUMO

É o centro de energia do coração. Sua principal função física é coordenar o sistema

sanguíneo e a mística é administrar o sistema prânico.

A glândula relacionada com o chacra é a do timo ou glândula da pureza como também é

chamada. Está mais ativa na infância (antes de nascer e até dois anos) e vai diminuindo

com a idade (aos vinte anos é quase nula). Fica na altura do coração, no meio do peito e

está protegida pelo esterno. Está coberta por massa muscular, sendo a glândula mais

protegida do corpo. Os hormônios segregados por essa glândula fazem com que o

sistema nervoso e a massa cerebral infantis não funcionem com a carga plena do sistema

adulto, embora tenham a mesma composição. Ao ativar o timo é possível restabelecer

parte da pureza e inocência do ser humano. O timo, esse coração secreto, faz com que

voltemos a ser crianças. Os hormônios do timo aumentam as defesas do sistema

imunológico. O timo muito estimulado dá emotividade excessiva, falta de vontade, timidez,

tendência a relembrar o passado. Com pouca estimulação ele produz apatia e mente

enfraquecida.

Experiências que expandem o quarto chacra:

Ir a um parque infantil e andar na roda gigante ou outro brinquedo.

Participar de um programa de caridade voluntária.

Visualizar um inimigo e pedir-lhe perdão mentalmente.

 

QUINTO CHACRA – RESUMO

É o ponto em que se dá a fusão de energias materiais com espirituais. A sua principal

função é a comunicação e a correta expressão de idéias. O prana adquire manifestação

no quinto chacra, criando a linguagem.

As glândulas relacionadas com o quinto chacra são as tireóides e paratireóides. Elas são

diferentes e tem funções distintas. A tireóide segrega a tiroxina, que é um hormônio rico

em iodo. Depende dela o metabolismo dos minerais no organismo, principalmente do

iodo, do sódio, do potássio e do fósforo. As suas secreções, quando normais, dão energia

aos nervos e percepção mental clara e rápida. As paratireóides são em número de quatro,

duas de cada lado da tireóide. A sua missão principal é regular o metabolismo do cálcio.

Essas glândulas possuem ligação com os nervos, a sua deficiência pode gerar paralisia e

alterar o controle dos músculos da face, alem de lhes serem atribuídas a anorexia, astenia

e lentidão mental. Grande força interior e resistência contra doenças são atributos dessas

glândulas.

Experiências que expandem o quinto chacra:

Permanecer sem falar durante vinte e quatro horas.

Confessar os erros do passado a um sacerdote.

Não comer durante um mês o alimento que mais goste.

 

SEXTO CHACRA – RESUMO

É o centro de energia onde são processadas as informações sobre o que é certo e o que

é errado. A sua principal função é dar à alma a capacidade de entender, é chegar àquilo

que se chama ver sem olhar. E o chacra do estudo, da intuição, da percepção mediúnica,

da consciência harmoniosa.

A glândula relacionada com o chacra é a hipófise. Ela regula as atividades das outras

glândulas, principalmente as gônadas, as supra renais e a tireoide. Localiza-se na parte

inferior do cérebro, acima da parte superior do céu da boca, conhecida como véu platino

mole. Ela pode ser tocada de modo indireto com a ponta da língua. Tem o tamanho de

uma avelã. Fica posicionada no centro verdadeiro da cabeça. Controla o crescimento.

Uma deficiência pode levar ao envelhecimento precoce, pele enrugada e seca, queda de

pêlos.

O hipotálamo que fica na parte inferior do cérebro, mais ou manos no centro da testa,

coordena as glândulas pineal e hipófise. Tem o tamanho de uma ameixa seca. Já foi

comparado a uma central telefônica, pois se comunica com praticamente todo o

organismo. A mediunidade no sexto chacra é desenvolvida através de estudo, diferente do

segundo que é instintiva. As doenças do sexto chacra são voltadas para os olhos, nariz e

cérebro. Temos também dores de cabeça, sinusite, bruxismo, úlcera estomacal de fundo

nervoso, eczemas, nódulos e gânglios, tumores cerebrais, distúrbios neurológicos e

cegueira.

Experiências que expandem o sexto chacra:

Usar durante uma hora uma venda sobre os olhos e andar como cego.

Massagear o ponto entre as sobrancelhas com óleo perfumado.

Fechar os olhos e intuir quem acabou de entrar na sala.

 

ROTEIRO PARA ALINHAMENTO DOS CHACRAS COM O PAI NOSSO

Posição deitada, cabeça voltada para o norte, roupas folgadas, sem elásticos, pés

descalços, sem nenhum adorno ou óculos.

FRASE INICIAL: Neste instante, com a graça de Deus e com a luz do meu Mestre Jesus

Cristo, eu dou início à cura da minha (sua) alma de do meu (seu) corpo.

PAUSA

Reze o pai nosso completo

PAUSA

Una as palmas das mãos e esfregue uma na outra até aquecer.

PAUSA

Coloque a mão que usa para escrever voltada para o topo da cabeça (sétimo chacra),

mas sem toca-la. A outra mão em repouso ao lado do corpo. Faça três respirações

profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: Pai Nosso que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome!

PAUSA

Coloque a sua mão sobre a pélvis, primeiro chacra, (para você) e sobre os pés (para o

outro), mas sem tocar. Faça três respirações profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: Venha a nós o Vosso reino!

PAUSA

Coloque a mão sobre a barriga, à altura do umbigo (segundo chacra) agora pode tocar o

corpo (para você), não tocar o corpo (para o outro). Faça três respirações profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu!

PAUSA

Mova a mão para a região do estômago, terceiro chacra (não tocar o corpo para o outro).

Faça três respirações profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: O pão nosso de cada dia nos daí hoje!

PAUSA

Coloque a mão apoiada sobre o peito, quarto chacra (sem tocar para o outro). Inspire e

expire calmamente três vezes.

PAUSA

Diga em voz alta: Perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem

nos tem ofendido!

PAUSA

Posicione a mão na base da garganta, quinto chacra (sem tocar para o outro). Faça três

respirações profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: E não nos deixeis cair em tentação!

PAUSA

Mova a mão para a testa (sexto chacra) (sem tocar para o outro). Faça três respirações

profundas.

PAUSA

Diga em voz alta: Mas livrai-nos do mal!

PAUSA

Frase final: Senhor, por vossa obra o meu corpo é perfeito!

Senhor, por vossa obra a minha alma está em harmonia!

Obrigado(a)!

Para o outro: peça para repetir a frase com você

 

(Celina Fioravanti – Editora Ground)

 

 

UM OUTRO TEXTO SOBRE AS FUNÇÕES DE CADA CHAKRA

 

A localização dos chakras e suas funções

 

Conheça abaixo as principais características, funções e localização dos sete chakras principais:



Coronário
- Localização: na moleira, no alto da cabeça. Está relacionada com a glândula pineal.
- Cor: Violeta
- Função: uma das mais importantes é vitalizar o cérebro, que consome muita energia "alimentando" os neurônios. Regem a troca de energia com o universo, consciência cósmica, espiritualidade, integração cósmica e consciência pura.

Frontal
- Localização: entre as sobrancelhas, está relacionado à glândula hipófise.
- Cor: Anil
- Função: vitaliza a região dos olhos, visão e nariz. Desenvolve a clarividência. Este é o chakra do conhecimento, responsável pela atenção, força de vontade, poder de raciocínio, síntese e interesse pelo novo. Quando em equilíbrio, a pessoa sente-se encaixada no aqui e agora e tem a intelectualidade equilibrada. Quando em desequilíbrio, causa intelectualismo frio, ego exagerado, apego aos estudos etc. Pode causar problemas de rinite e visão.

Laríngeo
- Localização: fica na base do pescoço e está relacionada à glândula tiróide.
- Cor: azul
- Função: Rege a expressão verbal e corporal, a criatividade, comunicação, fluência e a realização profissional. Quando está em desequilíbrio, causa medo de se expor, falta de maturidade para conviver com críticas externas e problemas físicos com a boca, faringe e laringe. Este chakra está, constantemente, sobrecarregado porque, por meio da palavra, expressamos energias nem sempre positivas de nossa mente e coração.

Cardíaco
- Localização: fica no centro do peito, próximo ao coração e está relacionada à glândula timo. Vitaliza toda a área cardiorespiratória.
- Cor: verde
- Função: rege as trocas afetivas, compaixão, alegria, sentimentos nobres, educando nossas emoções. Em desequilíbrio causa rancor, egoísmo, dificuldade em perdoar, inibe as relações afetivas e pode causar problemas cardíacos e imunológicos. O que mais enfraquece este chakra é a magoa e os ressentimentos. Fortaleça o chakra com boas risadas, amor e alegria.

Plexo Solar
- Localização: fica 3 cm acima do umbigo e está relacionado com o pâncreas. Vitaliza todo o sistema digestivo
- Cor: amarelo
- Função: é considerado o chakra central e é responsável pelo equilíbrio e distribuição de energia para todo o sistema e pelo equilíbrio entre mente e corpo. Este chakra está relacionado com as emoções mais densas e inferiores, como os desejos, preocupações, agressividade, raiva e etc. Em desequilíbrio pode causar úlceras e gastrites, além de disfunções psicológicas, como o medo de agir e a indecisão. É um chakra muito sensível às energias negativas de ambientes e pessoas.

Umbilical ou Sacro
- Localização: fica na região pubiana e está relacionado às glândulas sexuais, vitalizando a sexualidade e atraindo o sexo oposto.
- Cor: laranja
- Função: Está ligado à reprodução humana, criatividade e poder de criação. Quando em equilíbrio causa harmonia da essência vital, das sensações e do prazer físico e sexual. Em desequilíbrio provoca medo da troca sexual, repressão dos instintos, vergonha do corpo e falta de auto aceitação.

Básico
- Localização: fica na região do períneo e sua boca está voltada para o chão. Está relacionado às glândulas supra-renais, que vitalizam o corpo físico.
- Cor: vermelho
- Função: quando em equilíbrio, este chakra traz vontade de viver, ânimo para concretizar as coisas no mundo material. Nos faz sentir confortável no plano físico, nos aterra, nos ajusta no dia-a-dia e na sociedade. Em desequilíbrio pode ocasionar medo de viver, falta de disposição, alienação ou extremo apego às coisas matérias ou dificuldades de lidar com elas.

A melhor maneira para estimular e manter nossos chakras sempre equilibrados é buscar o crescimento interior, a positividade e a alegria. (Texto de Franco Guizetti)

 

 

Deixe seu comentário referente a este conteúdo.

Nome Completo:
Email:
Comentário:
Você pode digitar até 500 caracteres.