Os Poderes Divinos do Ser Humano


Todos nós temos o poder interior de transformar a nós mesmos e à natureza. 
Existem dentro de cada Ser Humano, incríveis potenciais adormecidos e que podem ser ativados gradualmente, à medida que a consciência se desenvolve e se expande. 

Falaremos um pouco a respeito dos poderes da mente humana, suas limitações, e algumas formas de programações negativas que podem haver nela. 


A nossa mente é como um computador. Neste "computador", podemos criar programas incríveis, através de uma inteligência racional, somada também ao instinto humano. 
Podemos dizer, que a inteligência racional são os códigos, através do quais se elaboram os programas. Os programas, baseados na inteligência racional, podem ser voltados para uma finalidade positiva ou negativa. 
Os programas serão tão maiores e vastos, quanto mais vasta for a linguagem disponível para se elaborar os programas. Havendo um maior número de códigos, mais facilmente elaborar-se-ão os programas e mais consistentes eles serão. 
A inteligência racional e a mente como um todo, por si somente, não trabalhariam se não fossem operadas por algo ou alguém, assim como um computador não funciona sem a presença do homem. 
Existe uma consciência, uma essência ou espírito que, vestido da roupagem carnal e de uma personalidade mental, utiliza-se da inteligência racional para que possa interagir com o plano físico. 
Esta consciência possui um certo grau específico de atuação sobre a mente humana, logo, a consciência é diferente da mente humana. Na consciência residem informações extrafísicas, como as lembranças e informações das encarnações anteriores, todos os aprendizados de outras existências e a consciência de uma realidade e sistema universal, da qual ela faz parte. 
A mente humana nada mais é do que o instrumento de manifestação da consciência, neste plano físico. 
A inconsciência de uma pessoa é verificada, portanto, quando as idéias provenientes da mente racional predominam na vida física desta pessoa. 
Estar inconsciente, significa que a mente não está sendo plenamente operada pela consciência, que possui o conhecimento de toda uma realidade extrafísica e espiritual. 
Quando uma pessoa nega a existência de uma vida espiritual, julgando ser o corpo e a mente tudo o que possa existir, esta pessoa está inconsciente de si mesma. 
Sua consciência ainda não conseguiu manifestar-se através da inteligência racional. Isso pode acontecer por vários motivos. 
O principal destes motivos é a confusão mental em que vive o ser humano, através dos padrões que ele mesmo criou. 
Sua mente é confusa, e está sempre sujeita a uma série de influências negativas para o espírito ou consciência. 
As pessoas resolvem realizar certas coisas no mundo físico, porém, não sabem elas das conseqüências espirituais e conscienciais. 
Uma mente racional, por exemplo, pode concluir facilmente que não há nenhum problema em beber e fumar demasiadamente. 
Por que? A resposta da mente racional é: "porque é muito bom". Sim, racionalmente isto pode fazer algum sentido. Mas apenas o lado material está sendo analisado. E o lado espiritual e consciencial? A consciência, que é menos operante na mente das pessoas, não conseguirá se manifestar, infelizmente. 
Prevalecerão, neste caso, as tendências negativas do mental humano. Geneticamente, a mente humana possui uma série de características negativas e desregradas, e é totalmente desprovida de conceitos espirituais verdadeiros. A consciência é a única fonte da verdadeira sabedoria espiritual. 
Por isso dizemos também que a cultura e o intelectualismo nada acrescentam à alma, uma vez que não sejam assimilados verdadeiros conhecimentos espirituais, e que estes não sejam devidamente praticados. 
O intelecto de cada pessoa, simbolicamente representa a ferramenta de trabalho da consciência. Se o intelecto for mais amplo e mais vasto, muito mais será facilitada a compreensão espiritual da própria consciência, mas isto apenas será válido se a pessoa estiver aberta e receptiva para o conhecimento destas verdades superiores. 
Assim, podemos encontrar na sociedade e no mundo afora, milhares de pessoas cultas, intelectuais, religiosos e filósofos, repletos de um conhecimento puramente material, adquirido unicamente pela lógica mental racional, ou por crenças baseadas em fatos compreendidos também racionalmente. 
Muitas destas pessoas consideram-se extremamente evoluídas. Pois bem, onde estão os verdadeiros valores? 
No desenvolvimento inútil de uma mente racional transitória, ou no incremento espiritual da evolução da alma? 
No aprimoramento e aperfeiçoamento do instrumento de trabalho da consciência, ou da própria consciência que se utiliza do instrumento? 
Assim, podemos ver que não basta apenas adquirir cultura ou intelectualismo. 
Há que se realizar um profundo auto-conhecimento espiritual, um afloramento da essência, para que de uma forma mais consciente, possam-se realizar os projetos e programações de vida previstos no plano espiritual, para a atual existência. 
Falemos sobre o infinito poder mental do Ser Humano. Poder Infinito? 
Sim, é um poder infinito, pois ele nos é concedido naturalmente pelo Pai. 
Todos os Seres Humanos possuem este poder, e podem tornar-se aptos a utilizarem-se dele. 
Atualmente, a maioria das pessoas está totalmente inconsciente da existência deste poder. 
Lutam por toda uma vida, pelos seus objetivos, suas metas, muitas vezes sem sucesso algum. 
Não sabem elas que tudo o que elas desejarem pode ser conquistado. Sim, é isso mesmo. Tudo o que você deseja, existe, e pode ser conquistado. 
Nós podemos não somente resolver nossos problemas de ordem material, como problemas financeiros, vontade de comprar um carro, uma casa, etc; como também podemos realizar curas físicas, mentais e espirituais. 
As pessoas precisam tomar consciência de que tudo o que elas querem, elas já possuem, pois como Filhos de Deus, a tudo tem direito, e em abundância. 
A Verdadeira Fé resume-se à essa pequena regra. A ilusão de que os homens precisam lutar para conquistar o que desejam, infelizmente é muito mal compreendida pelas pessoas. 
Uma vez que a Verdadeira Fé existe e é aplicada, ocorre um esforço natural coordenado pelo desejo, pela fé e a vontade determinada, ocasionando então o resultado desejado. Isto falando de uma forma muito simples e resumida. 
É muito difícil falar a respeito deste tão complexo e fascinante tema, em tão poucas linhas. 
Para uma abordagem mais completa e esclarecedora deste assunto, certamente necessitaríamos escrever muitos livros a respeito. Portanto, falaremos um pouco sobre o que é a Verdadeira Fé, e o que podemos realizar através dela. 
A Verdadeira Fé, é o acreditar puro e incondicional na realização de nossos desejos. 
Todos nós temos muitos desejos, mas nem sempre acreditamos que tais desejos possam-se cumprir e serem realizados como imaginamos ou sonhamos. Temos muitos sonhos e desejos. 
Na verdade, podemos dizer que sonhos não existem, existe sim uma imaginação capaz de criar e materializar a expressão de nosso Eu Divino. Ou seja, nossos sonhos podem se materializar, a qualquer momento! 
E não há um sequer limite neste sentido. Deus nos concedeu uma liberdade infinita, para criar a nossa própria realidade. 
Assim, tudo aquilo que nós sonhamos, provenientemente de um desejo verdadeiro, e uma vontade determinada de que isto aconteça, pode se materializar e inevitavelmente irá se realizar, se assim você desejar do fundo do seu coração. 
Esta é a regra básica. Tudo aquilo que pensamos, imaginamos e planejamos colocar em prática, pode acontecer em consonância com o nosso desejo interior. 
A maioria das pessoas, atualmente, ainda desconhece todos estes maravilhosos recursos de sua própria mente. Não sabem estas pessoas do que são capazes. 
Mas, infelizmente, somos obrigados também a dizer que os poderes da mente não só podem agir a nosso favor, como também podem nos prejudicar, além de poder gerar carmas e impurezas mentais (formas mentais, formas-pensamento) no inconsciente coletivo. 
Assim, torna-se muito importante a conscientização das pessoas, no sentido de conhecerem suas próprias mentes humanas, e controlá-las através de um desejo positivo. 
Os tão "assombrosos" medos humanos, são resultado da alimentação constante de formas-pensamento relacionadas a este sentimento negativo. Afinal, o que seria o medo? 
Essencialmente, podemos dizer que o medo é o sentimento contrário à Verdadeira Fé. 
O medo é uma verdadeira ilusão, pois suas conseqüências não nos levam a lugar algum, enquanto que a Fé nos conduz à realização de nossos mais puros desejos. 
O medo é uma ampla virtude negativa, predominante em nosso inconsciente coletivo, atualmente ainda dominado pelas trevas. 
Mas nós também podemos romper todas as barreiras do medo, de forma consciente. 
À medida que nós conseguimos nos desfazer do medo, desfaz-se também a ilusão de que podemos não conquistar algo que desejamos. É preciso ficar muito claro, e mais uma vez dizemos: nós podemos conquistar tudo o que quisermos, nós tudo temos por direito! Nada pode falhar, nada pode nos impedir, não existe uma força com poder e autoridade maior que Deus, no ato de conceder-nos o absoluto domínio de nossas criações físicas e mentais! 
Nós podemos criar e materializar agora tudo aquilo que queremos, sendo necessários tão somente o nosso verdadeiro e profundo desejo de que isto aconteça, seguido pela nossa vontade e ação determinada. 
O desenvolvimento da Verdadeira Fé é a maior riqueza que um ser humano pode conquistar, uma vez que a Fé é o caminho que nos conduzirá, inevitavelmente, a todas as riquezas e abundâncias da Criação. 
No Reino de Deus, nada nos falta, nada pode nos faltar. Pois somos unos àquele que tudo possui e, por consequência, nós possuímos também. Mas nós jamais teremos o sentimento de posse sobre qualquer coisa. 
À medida que nós percebermos que somos Deuses em ação, saberemos que não há um outro Deus, pois nós somos a própria manifestação DELE, do Único Deus Criador Absoluto. 
Nos tempos atuais, observamos com freqüência a proliferação e um aumento considerável no número de igrejas, por todos os lugares. Igrejas com diferentes denominações, mas todas elas com o mesmo propósito: divulgar a fé. 
Falam-nos do Evangelho do Cristo e principalmente da bíblia, o mais citado dos livros sagrados. 
Tudo converge para uma única finalidade, que é trazer paz aos corações das pessoas, através da FÉ em dias melhores e na solução de seus problemas. Este é o aspecto mais positivo de todas as religiões. 
Em muitas igrejas, grandes sessões de pregações são realizadas, energicamente, algumas vezes, enfatizando algumas vezes a fé e a cura. Logicamente, não é a apresentação "enérgica" dos pastores que influenciará os presentes, para despertarem a sua Fé Interior. 
Podemos considerar que os meios de se atingir uma certeza interior, da conquista dos objetivos, podem ser muitos. 
Algumas pessoas, ao presenciarem estas pregações, podem sentir-se afetadas e sensibilizadas, produzindo em seus interiores uma energia considerável, que será direcionada exclusivamente para a solução dos problemas de suas vidas. 
Esta grande energia é o que podemos chamar de "energia da fé". Na verdade, não se trata nem de uma energia específica. 
Esta "energia" representa, nada mais nada menos, do que a presença divina. Milagres não ocorrem, milagres não existem. 
O que existe é simplesmente a perfeição e a onipresença divina. Onde quer que estejamos, independentemente de nossas condições, Deus sempre estará conosco. A manifestação divina sempre se fará presente. 
Porque nós somos Deus. Não importa o meio, se através de religiões ou não, o importante é sentirmos a presença divina dentro de nós. Somos centelhas divinas, e precisamos aprender a agir como tais. 
Se temos poderes, precisamos aprender a usá-los; se somos infinitamente sábios, precisamos alcançar a sabedoria infinita; se somos infinitamente felizes, precisamos alcançar esta felicidade; se somos infinitamente plenos, precisamos alcançar esta plenitude; se somos perfeitos por origem, devemos resgatar nossa perfeição.

Texto: Leandro Pires

Deixe seu comentário referente a este conteúdo.

Nome Completo:
Email:
Comentário:
Você pode digitar até 500 caracteres.